Principais Times

NORTE
MANAUS CAVALIERS FA

Sediado na capital do Amazonas, Manaus, o Manaus Cavaliers Futebol Americano, ou simplesmente Cavs FA, foi fundado no ano de 2006 como CN Cavaliers e foi um dos primeiros times do esporte no Norte do país. A equipe e é pentacampeão amazonense (2007, 2009, 2012, 2013 e 2015) e bateu na trave nos últimos anos no estadual.
A nível nacional, o Cavaliers sofreu com a falta de apoio da modalidade. A equipe já teve oportunidade de ser representar duas vezes o estado no cenário nacional, mas sem dinheiro, o Cavs não teve condições de participar de campeonatos nacionais, até que em 2018 o time conseguiu uma boa participação na Liga Nacional.

VINGADORES FA

O Vingadores Futebol Americano é uma equipe de futebol americano com sede na cidade de Belém, no Pará, fundada por uma fraternidade de amigos em setembro de 2013. A equipe é tetracampeã paraense, conquistando o título em 2015, 2016, 2017 e 2018.
O time também entrou na Liga Nacional de 2018, participando pela primeira vez de um campeonato nacional, e não fez feio. A equipe foi campeã invicta da Conferência Nordeste e está na semifinal da segunda divisão da elite do futebol americano brasileiro.

NORDESTE
JOÃO PESSOA ESPECTROS

A equipe do Espectros foi fundada em janeiro de 2007, mas ainda com o time praticando o esporte nas areias da praia de Tambaú, na capital da Paraíba. Pouco tempo depois ganhou seu primeiro título: o Campeonato Paraibano de Futebol Americano de Praia, o Paraíba Bowl I. Já em 2008 começou o projeto do full pad e foi campeão estadual. No ano de 2012, o rubro-negro firmou uma parceria com o time de futebol do Botafogo Futebol Clube e usou o nome de Botafogo Espectros.
O time possui uma das maiores dinastias do FABR. O João Pessoa Espectros é o rei do Nordeste, pois é o maior campeão nordestino com nove títulos, oito seguidos (2008 e de 2011 a 2018). Os fantasmas já decidiram o Brasil Bowl três vezes (em 2013, 2014 e 2015) e foi campeão brasileiro justamente na sua última final: a Superliga Nacional de 2015, no qual venceu o Coritiba Crocodiles.

RECIFE MARINERS

O Recife Mariners foi fundado em dezembro de 2006 graças a amigos reunidos na praia de Boa Viagem, quando representantes dos três times decidiram unir forças e criar um único time. Para não enfraquecer a corrente, marcaram logo dois amistosos contra o Jampa Tribos, equipe invicta no cenário do futebol americano paraibano – que já contava com mais de cinco times. Nascia ali o Mariners.
Com o passar dos anos, o time pernambucano se firmou como um dos maiores times de futebol americano do Nordeste e um dos melhores programas de FA do Brasil. A equipe realizou também a primeira partida do esporte da bola oval em um estádio da Copa do Mundo FIFA de 2014. O primeiro troféu do time foi a Taça Aracaju e, logo depois, foi vice-campeão da Liga Nordestina de Futebol Americano, conseguindo também dois vice-campeonatos da Superliga Nordeste (2014 e 2015).

CEARÁ CAÇADORES

O Ceará Caçadores surgiu da fusão entre dois maiores times de futebol americano do estado do Ceará: Dragões do Mar e Ceará Cangaceiros. A ideia de fundir os times partiu das duas diretorias na metade de 2013, após o primeiro jogo entre as duas equipes pelo Campeonato Brasileiro, os dois rivais começaram a treinar juntos com o intuito de se prepararem melhor para o restante do campeonato.
A confirmação da união veio no dia 10 de dezembro de 2013, quando a nova diretoria convocou uma coletiva para apresentar o novo time, mostrando a identidade visual, os uniformes e todo o cronograma para a primeira temporada. Contudo, só em 2014 o time teve bons resultados, quando chegou à semifinal da Conferência Nordeste da Superliga. No ano seguinte chegou a mesma fase e em 2016 foi vice-campeão regional da elite do campeonato nacional.

CAVALARIA 2 DE JULHO

 O time baiano foi fundado como Salvador All Saints Futebol Americano (SAS) em 18 de outubro de 2008. Em 2012, com uma boa base, participou do Campeonato Brasileiro de Futebol Americano e da Liga Nordestina (LINEFA) da modalidade.
A partir da temporada de 2013 foi feita uma parceria com o Esporte Clube Vitória, onde ocorreu sua primeira mudança de nome para Vitória All Saints Futebol Americano e sua primeira participação no Torneio Touchdown, no qual foi a única equipe nordestina durante a edição 2013. Já em 2014 anunciou a fusão com o Salvador Kings, passando a se chamar Vitória Futebol Americano a partir da temporada de 2015, mas em maio de 2017 acabou a parceria com o EC Vitória e ocorreu a mudança de nome para Cavalaria 2 de Julho. E além da mudança de nome, os baianos conquistaram seus dois primeiros títulos: bicampeão do Torneio Velho Chico (2017 e 2018).

BULLS POTIGUARES

Em 2006, alguns jovens de Natal, no Rio Grande do Norte, resolveram brincar com uma bola oval nas areias de Ponta Negra. Passadas algumas semanas, os amigos resolveram nomear aquela “equipe” e ali surgia o Ponta Negra Bulls. Depois de um nome definido e sucessivos treinos da nova equipe de futebol americano, era hora de dar mais um passo. Começou-se então a se realizar jogos-treinos contra outra equipe potiguar, os Calangos Negros de Natal, e jogos amistosos contra equipes da Paraíba e de Pernambuco.
No ano de 2008 veio a participação do primeiro campeonato: o Nordeste Bowl. No mesmo ano ocorreu o RN Bowl. E, superando todas as expectativas, o time se sagrou campeão invicto da competição. Já em 2009, venceu o RN Bowl e o NE Bowl. Em 2010 a equipe mudou de nome para Sport Club Bulls Potiguares, e passou a evoluir cada vez mais até que chegou às semifinais da Superliga Nordeste 2015 e se firmando como melhor time do estado.

CENTRO-OESTE
CUIABÁ ARSENAL

A Associação Atlética Cuiabá Arsenal (AACA), fundada em 2006, foi criada por um grupo de amigos que se reunia no campo da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e jogou suas cinco primeiras partidas contra alguns dos principais times do FABR. Já em 2007, depois de perder a final do Capital Bowl I, veio o primeiro título ao levantar a taça do Pantanal Bowl I.
Com o passar dos anos, o Arsenal dominou o cenário do esporte no Centro-Oeste do país e começou a jogar os campeonatos nacionais da modalidade. Em 2010 o time foi campeão da Liga Brasileira e em 2012 do Campeonato Brasileiro. No biênio 2015-2016 os cuiabanos foram bicampeões mato-grossenses e são um dos mais tradicionais times do Brasil.

TUBARÕES DO CERRADO

 A equipe nasceu de cinco amigos, em setembro de 2004, que decidiram praticar o esporte no gramado da Esplanada dos Ministérios, em Brasília, onde o time pratica até os dias de hoje. Sua primeira partida aconteceu somente em 2006, contra a equipe que se tornaria seu tradicional rival, o Cuiabá Arsenal. O jogo, em território Mato-grossense, terminou 30 a 08 para os mandantes. No mesmo ano, dessa vez em Brasília, os Tubarões deram o troco e venceram por 14 a 12. Em abril de 2007, o Tubarões do Cerrado sediou e venceu o I Torneio da Capital, seu primeiro título.
Já no ano de 2009, o Tubarões do Cerrado estava entre as oito equipes fundadoras do Torneio Touchdown. No ano de 2010, o Tubarões disputou a Liga Brasileira de Futebol Americano. Em 2011, a equipe volta ao Torneio Touchdown. E em 2016, o Tubarões se sagrou Campeão Brasiliense, vencendo a forte equipe do Goiânia Rednecks. Além disso, chegaram aos playoffs na principal liga nacional, a Superliga, sendo eliminado pela Lusa Lions em um jogo extremamente polêmico.

LEÕES DE JUDÁ / MT

 O Leões de Judá nasceu de um grupo de jovens cristãos fãs de futebol americano em 2013 quando Adalberto Patrocínio e Diego Marcos tiveram a iniciativa de fundar o time em Taguatinga, no Distrito Federal, no dia 12 de fevereiro, se tornando o primeiro time cristão de futebol americano do Brasil.
No dia 19 de julho de 2015, a equipe conquistou seu primeiro título: Campeão Candango de Futebol Americano. De lá para cá participa ativamente dos campeonatos nacionais da modalidade. Em 2018 participou da BFA, mas foi eliminado nas semifinais da Conferência Centro-Oeste.

SORRISO HORNETS

O Sorriso Hornets é uma das sensações nacionais do atual cenário do futebol americano no Brasil. Fundado em 2013, na cidade cuiabana de Sorriso, o time teve forte planejamento ao longo dos anos para chegar ao patamar que está nos dias atuais.
Mesmo com uma história curta, o time foi bicampeão mato-grossense (2017 e 2018) e foi campeão invicto da Liga Nacional de futebol americano em 2017, garantindo o acesso à elite do FABR, fazendo uma bela campanha ao longo do torneio.

SUDESTE
CORINTHIANS STEAMROLLERS

 A tradicional equipe surgiu em 2004, em Diadema/SP, quando dois amigos, Cauê e Paulinho, com 13 e 12 anos respectivamente, inspirados num jogo de futebol americano para videogame, começam a adquirir interesse pelo esporte, acompanhando vários campeonatos e equipes, surgindo então a ideia de montarem um time. Com mais alguns amigos, eles montam uma equipe apenas para diversão, quando começam a aparecer mais interessados, e eles começam a disputar, em 2005, jogos amistosos no ABC paulista contra outras equipes.
Em 2006 finalmente acontece o primeiro jogo oficial, pelo Campeonato Paulista no Torneio Liga Flag. Já no ano de 2007 a equipe se sagrou campeã da Divisão Sul do campeonato paulista com 100% de aproveitamento. No dia 15 de maio de 2008, devido ao sucesso obtido em tão pouco tempo, a Associação Esportiva Steamrollers firma uma parceria com o Sport Club Corinthians Paulista e o time passa a se chamar Corinthians Steamrollers.
A partir de 2011, o time virou uma potência do FABR ao ser tetracampeão paulista (2011 a 2014) e bicampeão nacional ao vencer dois Torneios Touchdown (2011 e 2012). Em 2015, a equipe se reestruturou dentro e fora do campo, passando por um processo de renovação, na qual expandiu suas categorias com o flag masculino, flag feminino, sub-19 e futebol americano feminino.

PORTUGUESA FA

O time surgiu em 2005, na cidade de Guarulhos/SP, quando um grupo de amigos resolveram montar um time de flag football para jogar aos finais de semana com o nome de Rhynos. Os dois primeiros títulos foram o Torneio Integração (LPFA) e a Copa Flag (CFF), em 2009 e 2010, respectivamente. Na transição de 2011 para 2012, o Rhynos criou um time adulto na modalidade full pads e já em seu primeiro ano, participou de dois campeonatos: a Super Copa São Paulo de Futebol Americano (LPFA) e o Torneio Touchdown.
Em 2014 o time começou algumas parcerias, na quais se juntou com o Spartans, também de São Paulo, e uma parceria com a Associação Portuguesa de Desportos, em que a equipe passaria a disponibilizar de toda a infraestrutura da Portuguesa, se tornando assim, a Portuguesa Lions. O time ainda se chamou Lusa Lions e, em 2018, passou a se chamar Portuguesa FA. A equipe é a atual tricampeã invicta da São Paulo Football League.

SÃO PAULO STORM

Um dos mais tradicionais times de São Paulo, o Storm foi criado em julho de 2006 por amigos que haviam deixado o time de flag, os Tigers. O nome partiu de um desenho de uma nuvem furiosa e cheia de raios, com uma bola de futebol americano embaixo do braço, que tinha o nome de “Storm”. A partir daí disputou a Liga Paulista e em novembro de 2007, teve jogadores representando o São Paulo Storm no primeiro jogo da Seleção Brasileira de Futebol Americano, contra o Uruguai.
Em 2008 o time migrou para a categoria full pad e começou a participar dos torneios nacionais. No 2º semestre de 2009, foi vice-campeão do Torneio Touchdown e passou a figurar entre as melhores equipes do país. Depois disso, foi pentacampeão paulista de futebol americano (2010, 2012, 2013, 2014 da Liga Paulista e em 2015 da Supercopa FEFASP).

GALO FUTEBOL AMERICANO

A origem do Galo FA se teve há muitos anos atrás e com outros nomes em sua história. Em 2002, alguns amigos jogavam futebol americano nos acampamentos da Igreja Batista Getsêani, e daí que veio o primeiro nome do time: Get Eagles Futebol Americano. Isso aconteceu e 2009, quando começou a história da primeira equipe cristã de futebol americano de Belo Horizonte e da Região Sudeste do Brasil, formado por Walter Mosca e Nicholas Marques.
O BH Get Eagles já tinha um time de flag football, quando, em 2014, montou sua equipe de full pads. No seguinte, os mineiros fizeram sua primeira partida no Sesc Venda Nova contra o Nova Friburgo Yetis para um público de aproximadamente de 2.500 pessoas. Isso incentivou o jogadores e comissão técnica a jogar, em 2016, a II Copa América de Futebol Americano em Huixquilucan, no México, e sair como campeão do torneio e levantar sua primeira taça.
A partir daí a equipe começou a disputar os campeonatos oficias no Brasil. Ainda em 2016 perdeu a final da Copa Minas para o Locomotiva. Mal sabiam que essa seria a última derrota do time em mais de dois anos. No fim da temporada, o Eagles participou a venceu a Liga Nacional de forma invicta, conseguindo o acesso à elite do FABR. Em 2017, firmou parceria com o Cruzeiro Esporte Clube e a Sada Transportes, dando origem ao Sada Cruzeiro, que ganhou todos os jogos e os dois troféus disputados, a Copa Minas e a BFA, batendo o Espectros por 30 a 13 na Arena Independência.
Em 2018, o time encerrou a parceria com o Cruzeiro Sada FA, até que uma nova parceria de sucesso surgiu com o Clube Atlético Mineiro, criando o Galo FA. Neste ano, o Galo venceu o campeonato mineiro de forma invicta e, atualmente, está invicto na BFA.

AMÉRICA LOCOMOTIVA

O América Locomotiva foi o primeiro time de futebol americano criado em Belo Horizonte, mas não com esse nome. A equipe foi fundada em agosto de 2005 por um grupo de amigos que eram fãs do esporte e se encontravam no Parque Ecológico da Pampulha como BH Goldminers, mas logo o nome mudou para Minas Locomotiva em 2006.
O primeiro campeonato disputado pelo Locomotiva foi Pantanal Bowl, em 2007, quando os mineiros foram vice-campeões. Em 2009, participou e venceu a primeira edição do Campeonato Mineiro de Futebol Americano e só em 2010 jogou seu primeiro campeonato brasileiro de futebol americano: a Liga Brasileira. Em 2012, se tornou bicampeão mineiro de forma invicta e repetiu o feito em 2016, quando venceu o BH Get Eagles em pleno Mineirão, diante de quase 9 mil pessoas.
No ano de 2018, foi vice-campeão mineiro contra o Galo FA e teve sua melhor participação em campeonatos nacionais ao chegar na semifinal da Conferência Sudeste da BFA.
Tricampeão mineiro (2009, 2012 e 2016)

BOTAFOGO REPTILES

Um dos times de maior história no cenário do futebol americano nacional. O Botafogo Reptiles foi fundado em 1999, no Rio De Janeiro, por um grupo de amigos que queriam se divertir com o esporte na praia de Botafogo. A equipe cresceu rapidamente e dominou as praias cariocas, sendo campeão do Carioca Bowl de 2002 a 2005, fora levantar a taça em 2008, 2011 e 2012. Além de O Reptiles deter o título da Taça Rio de 2003.
Fora das areias, o Reptiles foi um dos pioneiros na organização da estrutura do futebol americano no Brasil, sendo um dos fundadores da AFAB, atual CBFA. Por isso, em 2013 o time começou a participar dos torneios de futebol americano pelo país. E em janeiro de 2014, após o título do Saquarema Bowl (segundo em sua história), iniciou a parceria com o Botafogo Futebol e Regatas. Assim disputou o Torneio Touchdown daquele ano, terminando a competição na terceira colocação. Depois disso, disputou o Torneio Touchdown de 2015, a Superliga de 2016, na qual perdeu na semifinal da Conferência Sudeste, algo que se repetiu em 2017 e 2018, quando foi eliminado duas vezes pelo Sada Cruzeiro/Galo FA.

FLAMENGO IMPERADORES

 Em 2008 um grupo de amigos se uniu para fundar o Rio de Janeiro Imperadores, primeira equipe de futebol americano de grama no Rio de Janeiro. Já em 2009 a equipe sagrou-se campeã do primeiro Torneio Touchdown, despontando naquele ano com o a melhor equipe do país. No ano de 2010, foi firmada uma parceria com o Fluminense FC e dentro desta parceria a equipe foi campeã do Campeonato Brasileiro em 2011.
Semelhante ao ocorrido em 1911 no futebol, os jogadores de futebol americano que jogavam o Fluminense procuraram o Clube de Regatas do Flamengo no início de 2013 a fim de fazer uma nova parceria. O projeto foi aceito pelo Flamengo em maio daquele ano. Devido à grandiosidade do projeto, foi decidido os atletas abandonariam o RJ Imperadores para criar um novo time: o Flamengo Futebol Americano. Isso levou o time ao vice-campeonato do Torneio Touchdown e da Superliga Nacional em 2016.
Em 2017, o time retorna a campo com o nome de Flamengo Imperadores. E em 2018 conquistou o campeonato carioca unificado diante do Vasco Patriotas.

VASCO PATRIOTAS

O Vasco Patriotas surgiu no futebol americano brasileiro em 18 de agosto de 2010 da necessidade de uma nova equipe de full pads na cidade do Rio de Janeiro. Jogadores e dirigentes da equipe do antigo Blaze FA (segunda equipe da categoria no estado) se juntaram aos atletas do Rio de Janeiro Patriotas que jogavam futebol americano na praia pela disputa do Carioca Bowl.
Às vésperas da estreia do Torneio Touchdown de 2010, o time anunciou a parceria com a tradicional equipe do Vasco da Gama, surgindo assim o nome do time atual. E no mesmo ano, o Patriotas chegou à final do torneio nacional em plena Vila Belmiro, estádio do Santos. Em 2011, o time conseguiria a terceira colocação. Já em 2012, voltou a ser vice-campeão brasileiro. No ano de 2014, a equipe do Vasco Patriotas chegou a sua terceira final e se consagrou campeão brasileiro em pleno Estádio do Ibirapuera, em São Paulo. E no ano seguinte, foi vice novamente, estabelecendo um recorde de finais do TT e terminando entre os três primeiros pela sexta temporada seguida.
Em 2017 a equipe se desligou do Vasco por conta de problemas entre jogadores e o então presidente do time de futebol, Eurico Miranda, passando a se chamar Patriotas FA. Depois que Eurico sai da presidência do Vasco, no início de 2018, retoma a parceria e se torna vice-campeão do campeonato carioca da modalidade.

TRITÕES FA

O Tritões FA é sediado na cidade de Vila Velha, no Espirito Santo, e foi fundado em 2004 com um grupo de amigos que jogava nas areias da Praia da Costa. Até 2007, os garotos praticavam sem um objetivo concreto, apenas por diversão de final de semana. Só que em novembro daquele ano, a equipe participou e saiu campeã do 1º campeonato de futebol americano estadual.
Em 2010 o time deslanchou. Estreou em um campeonato nacional, o Torneio Touchdown, e conseguiu o a façanha de ser campeão justamente na sua estreia após seis jogos, na icônica Vila Belmiro, foi campeão interestadual do Ubá Bowl e vice do Saquarema Bowl VII/RJ. No ano seguinte fez mais uma bela campanha, mas perdeu na final da competição.
Em toda sua história foi Hexacampeão Capixaba (2007, 2008, 2009, 2012, 2013 e 2015). Atualmente o Tritões é uma das equipes mais respeitadas no Brasil no cenário do futebol americano, fora ser uma das equipes que detém os melhores resultados e títulos conquistados. Em 2018, o time fez a segunda melhor campanha da Conferência Sudeste da BFA, chegando na final da fase regional.

SUL
BROWN SPIDERS

Esse time foi um dos pioneiros do futebol americano brasileiro. O Brown Spiders esteve na primeira partida oficial da modalidade no país, entretanto, a equipe foi fundada ainda em 2001 na cidade de Curitiba, no Paraná, como Curitiba Brown Spiders. A partir disso, passou a disputar amistosos contra times do Paraná e Santa Catarina. Em 2005 e 2006, participou do torneio Sul Bowl e foi campeão das duas edições.
O Brown Spiders foi o primeiro time brasileiro a adquirir equipamentos completos de proteção importados dos Estados Unidos, algo ainda inédito para times brasileiros, e se colocou à disposição das outras equipes para jogos amistosos. E por ser o pioneiro do chamado futebol americano full pads no Brasil, não realizou jogos oficiais até o quarto bimestre de 2008, pois não havia adversários. Nesse meio tempo, a diretoria do time ajudou a viabilizar, inclusive, a compra de equipamentos por parte de outras equipes brasileiras.
Então, no dia 25 de outubro de 2008, o Brown Spiders enfrentou o Barigui Crocodiles no que seria o primeiro jogo de futebol americano com equipamentos oficiais de proteção em território brasileiro. Aproximadamente 2,5 mil pessoas viram o Brown Spiders vencer o Barigui Crocodiles por 33 a 10.
Dois anos depois o time uniu forças com a UFPR Legends – equipe criada em 2010 e idealizada por alunos da Universidade Federal do Paraná. A partir do dia 01 de novembro de 2014 surgiu a UFPR Brown Spiders. E um ano após a fusão, o Brown Spiders FA encerrou a parceria com a UFPR e iniciou um novo ciclo com a aquisição do Complexo Esportivo Brown Spiders, principal praça esportiva de futebol americano em Curitiba até os dias de hoje.
Durante sua história, a equipe conseguiu quatro vice-campeonatos paranaenses. O time bateu na trave em 2009, 2011, 2013 e 2017. Em 2018 fez parte da Liga Nacional de futebol americano.

CORITIBA CROCODILES

Falando em pioneirismo no FABR, o Coritiba Crocodiles não poderia ficar de fora. Fundado em 2003, na capital do Paraná, o Croco foi criado por um grupo de amigos que decidiu praticar o esporte no Parque Barigui. Inspirados pelo jacaré que habitava o parque e em busca de uma homenagem ao local que acolheu seus treinos, o primeiro nome da equipe foi definido como Barigui Crocodiles. Ali foi plantada a semente de um dos melhores times do Brasil.
Ao longo de sua existência promoveu o crescimento do esporte, de sua equipe e de diversos atletas, mas sua primeira grande história foi ser um dos times que jogaram a primeira partida oficial da história do FABR em duelo contra o Brown Spiders no ano de 2008. Além disso, foi responsável pelo primeiro jogo com equipamentos completos no país também realizou o primeiro confronto em terras estrangeiras.
Em 2009 começou sua hegemonia no Campeonato Paranaense (heptacampeão estadual, de 2009 a 2015). Já no ano 2010 e 2011, o time foi vice-campeão do Campeonato Brasileiro. Por conta do sucesso, começou uma parceria com o Coritiba Foot Ball Club, assim mudou seu nome para Coritiba Crocodiles. Em 2012 bateu novamente na trave do título nacional, dessa vez no Campeonato Brasileiro, mas, no ano seguinte, finalmente foi campeão nacional e conquistou o bicampeonato em 2014 já com o nome de Superliga Nacional. Em 2015 participou da sua sexta final brasileira consecutiva e foi vice outra vez.
No ano de 2018 o time voltou a conquistar o Campeonato Paranaense, de forma invicta, além de fazer uma ótima campanha na BFA.

PARANÁ HP

Outro tradicional time do Paraná, o HP foi fundado em outubro de 2013, na cidade de Curitiba, a partir da fusão do Hurricanes com o Predadores (por isso o HP). Porém, para entender melhor, é preciso voltar até outubro de 2010, quando o Predadores foi fundado por um grupo de amigos, sendo muitos ex-atletas de extintos times de Curitiba.
No ano seguinte, fez sua primeira participação no Campeonato Paranaense, entretanto, não obteve bons resultados. Já no segundo semestre de 2011, após uma reestruturação de equipe e com uma nova diretoria, disputou o Torneio Touchdown e teve um dos melhores desempenhos em relação às equipes iniciantes. Em 2012, a equipe teve um desenvolvimento surpreendente no Campeonato Paranaense e chegou ao Paraná Bowl, a final estadual, e conquistou o título de vice, diante do Coritiba Crocodiles. Já o ano de 2012, no entanto, foi decisivo para o Hurricanes, pois foi quando aconteceu uma reestruturação na diretoria e, neste mesmo ano, o time foi o primeiro do país a ter um estádio próprio, chamado de Arena Hurricanes.
Mesmo com uma boa história, os dois times sentiam as mesmas necessidades, ambos perceberam que faltava alguma coisa e, durante o Campeonato Paranaense de 2013, aconteceu o primeiro contato entre as equipes onde foi iniciado um planejamento da fusão. A partir dela, o time tem grande presença no estado e sul do país, sendo bicampeão paranaense em 2016 e 2017.

TIMBÓ REX

O Timbó Rex é um dos programas de futebol americano mais completos do FABR. A equipe foi criada outubro de 2007 com o nome de Rhinos Football por alguns amigos que treinavam na cidade de Blumenau, em Santa Catarina. Um tempo depois o time se mudou para a cidade de Timbó, local no qual permanece até hoje.
No ano de 2010, o time participou da Liga Brasileira e em 2011 migrou para o Torneio Touchdown, mas foi só em 2012 que ocorreu uma mudança drástica em toda sua filosofia e marca, inclusive seu nome, que passou a ser T-Rex Football. Isso influenciou até mesmo no seu desempenho dentro de campo, com melhores resultados no TT.
Em 2013 começou uma sequência de três finais nacionais seguidas. Enquanto na primeira o time foi vice-campeão diante do Vasco Patriotas, no ano seguinte atropelou o mesmo adversário e conquistou o Torneio Touchdown de 2015. Já em 2016, com os campeonatos brasileiros sendo unificados na Superliga Nacional, o T-Rex não fez feio e conquistou o bicampeonato após um jogo duro de mais de quatro horas contra o Flamengo Imperadores. Os catarinenses também levantaram a taça do Campeonato Catarinense em quatro anos seguidos: 2015, 2016, 2017 e 2018.

JARAGUÁ BREAKERS

Os Breakers começaram a partir de uma brincadeira entre um grupo de amigos de escola que nos intervalos das aulas brincavam de futebol americano com um pedaço de cartolina. Com o passar dos dias a brincadeira ficou mais séria e assim nasceu em março de 2013 nasceu a primeira equipe de Futebol Americano de Jaraguá do Sul.
Aos poucos, o grupo foi buscando mais conhecimento sobre o esporte e conquistando cada vez mais adeptos da modalidade na cidade. Até que, em 2006, o Jaraguá Breakers se juntou a outras equipes catarinenses (de Joinville, Florianópolis e Brusque) para criar a Liga Catarinense de Futebol (LCFA), atual Federação Catarinense de Futebol Americano (FCFA).
Em 2010 e 2011, o time participou do Torneio Touchdown, ficando em 7º lugar nas duas edições. Já em 2012, foi o primeiro time do país a pagar um treinador de forma profissional: o head coach Dennis Prants. O investimento se refletiu num melhor resultado no campo. Com cinco vitórias em sete jogos, a equipe se classificou para os playoffs em 2012, mas acabou perdendo para o Vasco da Gama Patriotas nas quartas de final por 7 a 6.

E no ano em que completou 10 anos (2013), o Jaraguá Breakers conquistou um feito histórico: foi a primeira equipe do Sul do país a chegar à final e vencer um campeonato brasileiro. O título veio na vitória por 15 a 11, nos segundos finais, contra o Flamengo, tido como favorito ao título. A final foi realizada no estádio João Marcatto, em Jaraguá do Sul, diante de um público recorde no campeonato de mais de 5 mil pessoas que foram ver o time da casa levantar o troféu do Torneio Touchdown. De lá para cá o time alternou entre boas e más campanhas e, atualmente, está na Liga Nacional.

SANTA MARIA SOLDIERS

Em 2006, um pequeno grupo de amigos de Santa Maria passou a se interessar pelo futebol americano, esporte até então pouquíssimo conhecido na região. Os mesmos decidiram começar a praticar o esporte, e o que começou com uma brincadeira de final de semana se transformou na vontade de formar um time na cidade. Foi então que, no final de 2007, foi organizado o Santa Maria Iron Horses. Nome dado devido à grandeza da história ferroviária da cidade.
Contudo, no ano seguinte a equipe se quase praticamente se dissolveu por falta de praticantes trouxe algumas adversidades ao ainda pequeno time. Só que em 2009, por meio de uma comunidade no Orkut, surgiram várias pessoas interessadas pela prática do futebol americano, dando, assim, um novo ânimo ao time. Os novos integrantes, reunidos com a antiga equipe, resolveram, enfim, formar uma agremiação na cidade, que passou a se chamar Santa Maria Soldiers, por conta da enorme contingência militar na cidade.
Dois anos depois, a equipe sagrou-se campeão gaúcho na modalidade no pads (sem equipamentos). Entretanto, durante todo o ano de 2011 o Santa Maria Soldiers juntou esforços para se equipar e migra para a categoria full pads (com equipamentos). Já em 2012, além do vice estadual, ingressou na disputa o Campeonato Brasileiro. E voltaram a levantar o Gigante Bowl III, de maneira invicta, em 2013.
De 2016 a 2018, os Soldiers conquistaram Campeonato Gaúcho. Sendo que o primeiro troféu do tricampeonato consecutivo foi levantado em pleno estádio do Beira Rio, em Porto Alegre. Casa do Internacional e uma das sedes da Copa do Mundo FIFA de 2014.

ARMADA LIONS

 Para quem não sabe, ou não conhece, o Armada Lions surgiu da junção de alguns times do Rio Grande do Sul. Um deles foi o Porto Alegre Pumpkins, que foi um dos pioneiros no futebol americano no Sul do Brasil, sendo fundado em 31 de outubro de 2004 e se tornando a primeira equipe do estado, que, ao longo dos anos de sua existência, ganhou quatro edições do Campeonato Gaúcho da modalidade.
No Campeonato Brasileiro de 2012, o Pumpkins fez o que nenhuma equipe gaúcha jamais havia conseguido e se classificou para a fase eliminatória do torneio, sendo pelo tradicional Cuiabá Arsenal, time que se sagraria campeão. Em 2014, o Pumpkins passou a contar com os serviços do treinador americano William McArthur.
Entretanto, mesmo com uma história vitoriosa aos longos dos anos e um nome conhecido nacionalmente pelos fãs e praticantes do FABR, o Pumpkins precisou se fundir dezembro de 2017 com o Restinga Redskulls, que foi fundado em 2012, criando assim o Armada Futebol Americano.
A fusão foi anunciada no dia 19 de dezembro de 2017, mas os elencos já estavam jogando juntos a algum tempo, pois disputaram a Copa Sul 2017 e foram vice-campeões. Só que no campeonato gaúcho e na Liga Nacional de 2018, o Armada conseguiu resultados medianos, mas mostrando grande potencial. Pouco tempo depois do fim da sua participação, o time anunciou sua parceria com o time do Cruzeiro Lions, fundado em 2017, passando a se chamar Armada Lions Futebol Americano.

MENÇÃO HONROSA DO AUTOR

MOGI DESBRAVADORES FUTEBOL AMERICANO
Como fã de futebol americano e morador do Alto Tietê, região da grande São Paulo em que se situa a Universidade de Mogi das Cruzes, sempre sonhei em ver uma boa equipe da modalidade por perto. Foi quando resolvi que, além de acompanhar, queria também praticar o esporte. E foi assim que descobri o Mogi Desbravadores Futebol Americano, onde fui atleta e aprendi muito sobre o esporte por mais de dois anos.
Criado no começo de 2014, quando o inglês Karl Watts e Gilberto Vilas Boas resolveram reunir amigos que praticavam FA nas praças e parques da cidade, a equipe começou com a modalidade de flag football e realizou amistosos por todo o ano como preparação. Algo que surtiu efeito em 2015, quando o time entrou no Campeonato Paulista de Flag Football da Associação Pró-Futebol Americano (APFA) 8x8, que deriva da Liga Paulista. E a estreia não poderia ser melhor, com o Desbravadores conseguindo o título da Conferência Metropolitana em uma virada de 24 a 0 para 26 a 24 contra o São José Jets. Na final, os mogianos perderam o Sampa Bowl por detalhes para o Avaré Scorpions.
O time continuou mostrando sua força no paulista em 2016, chegando as semifinais da conferência e no mesmo ano começou o seu projeto de para transição para categoria full pads. Como oportunidade de estreia na nova modalidade, o time participou do Torneio Super 8, que foi criado na intenção das equipes de flag pudessem fazer a transição para o futebol americano tradicional, e se sagrou campeão ao vencer os Jets novamente.
Em 2017 o time participou novamente do paulista de flag, mas caiu ainda da fase de wildcard (primeiro jogo do mata-mata). Entretanto, sua segunda participação no Super 8, que contou com os times de desenvolvimento do São Paulo Storm, Portuguesa FA, Palmeiras Locomotives e Ponte Preta Gorilas, chegou mais uma vez a final. Só que dessa vez foi derrotado pelo time de São José.
Para 2018, o time passou por uma certa reformulação e se prepara para a terceira edição do Torneio Super 8 e o Campeonato Paulista de Flag de 2019.